5 dicas que vão te ajudar a alugar seu imóvel mais rápido

Algumas características do imóvel podem fazer com que esse processo seja mais rápido ou mais devagar, como o preço, localização e estado de conservação do imóvel

Por Júlia Miozzo
 26 jan, 2016 14h44
casa própria - chave - imóveis
(Shutterstock)

Júlia Miozzo

SÃO PAULO – Segundo a imobiliária Lello, o tempo para que um imóvel desocupado encontre um inquilino (e o contrário também) depende de muitos fatores, e o principal também é o mais difícil deles: encontrar um imóvel que supra todas as necessidades do comprador.

Algumas características do imóvel podem fazer com que esse processo seja mais rápido ou mais devagar, como o preço, localização e estado de conservação do imóvel. Em momentos de crise econômica, como o atual, é importante que o preço nunca esteja muito acima do que o imóvel realmente vale.

Nós já mostramos algumas dicas sobre como preparar seu imóvel para agilizar as negociações e, desta vez, a Lello elaborou algumas dicas sobre como essas características importantes podem te ajudar a locar seu imóvel mais rápido.

Confira:

1. Preço adequado
O preço deve estar compatível com o padrão do imóvel – levando em conta número de quartos, banheiros, etc, e o preço de outros que possuam características em comum – e também com o da região em que se localiza. Levando esses dois fatores em conta, você deve estipular um preço que não seja abusivo, mas que também não fique abaixo da média.

2. Preocupe-se com o estado do imóvel
“Pintura mal conservada, instalações elétricas ou hidráulicas com problemas, pisos soltos ou azulejos quebrados acarretam demora para conseguir inquilinos”, explicou Roseli Hernandes, diretora de locação da Lello imóveis. Fazer uma reforma antes de colocar o imóvel à venda ou para locação é algo que deve ser cogitado, se necessário.

Deixar o imóvel em boas condições é imprescindível, pois não são todos que estão dispostos a reforma-lo.

3. Negociações
Se não for possível fazer uma manutenção antes de colocar o imóvel no mercado, você pode negociar o preço com o inquilino, oferecendo um desconto no preço que seja equivalente aos gastos com reforma.

4. Timing
Segundo a imobiliária, os meses de janeiro, fevereiro e março são os mais adequados para colocar um imóvel à venda ou para locação, período em que o mercado imobiliário está mais aquecido. Além disso, é no início do ano que estudantes, executivos e funcionários são transferidos para outras cidades e, consequentemente, passam a buscar um novo local para morar. Portanto, agora é o melhor momento para fazê-lo.

5. Esteja aberto para negociações
Com o imóvel pronto para locação e possíveis inquilinos prontos para fecharem negócio, você deve ser flexível para não perder nenhuma negociação – e conseguir aproveitar o melhor período.

COMENTÁRIOS

Código Últ.
(R$)
Var. Dia
(%)
Vol.
(R$)
Neg.
(Nº)
Hora
RDES11 R$ 62,00 +7,45% 49,60K 1 27/05
DOMC11 R$ 550,00 +6,38% 11,00K 1 11h57
BMLC11B R$ 82,99 +4,98% 3,28K 2 17h07
TRNT11B R$ 150,00 +4,89% 3,15K 2 16h21
CNES11B R$ 83,30 +2,84% 11,24K 3 16h51

Contato