Em imoveis

Saiba o que você precisa entender antes de comprar um imóvel

É importante que os compradores fiquem cientes de todo o processo de negociação e compra de imóvel para que não hajam futuros problemas

SÃO PAULO – Pelo valor de imóveis ser mais alto do que o de bens do dia-a-dia – e, consequentemente, a negociação ser mais longa –, poucas pessoas conhecem bem todas as etapas da compra de imóvel.

Geralmente, a procura começa nos sites de imóveis e anúncios, para ver qual o imóvel que mais agrada o comprador - e a maioria não faz ideia do que vem em seguida. É importante que os compradores fiquem cientes de todo o processo desde o começo, explica o diretor de vendas da Guarida Imóveis, Alexandre Spolavori.

As opções de imóveis a venda geralmente são muitas e, por isso, é preciso saber todos os aspectos desejados no imóvel, como a quantidade de quartos, banheiros, vagas de garagem, apartamento ou casa, etc, e manter a procura baseada nesses critérios.

Quando encontrar um imóvel que se encaixe em seu objetivo, procure saber sobre a vizinhança, o preço médio, as facilidades e, principalmente, a segurança da região. Esses devem ser os principais fatores a serem levados em conta na hora de escolher um imóvel, já que o comprador pode vir a ter problemas no futuro.

O investimento de um imóvel é alto e algo a ser planejado com antecedência. Decida primeiro, se pretende fazer um financiamento, se fará o pagamento à vista, quanto dará de entrada, etc – além de que é preciso lembrar-se do valor que está disposto a gastar para evitar possíveis dívidas. “Nem sempre o valor de financiamento necessário é compatível com a sua renda individual, pois o financiamento deve comprometer no máximo 30% da sua renda mensal bruta. Nesse caso, é possível fazer uma composição de renda familiar”, explica Alexandre.

A parte a se tomar mais cuidado é com as despesas de documentação, escritura pública, imposto de transmissão e registro de imóveis. Alexandre aconselha a ter um valor disponível para pagamento à vista, aproximadamente 5% sobre o valor do imóvel.

O comprador só é considerado proprietário do imóvel assim que o contrato de financiamento ou escritura forem levados ao Registro de Imóveis – mas assim que toda a negociação for finalizada. “O acompanhamento profissional de um corretor de imóveis é recomendável, tornando esse processo mais tranquilo e seguro”, disse Alexandre.

Prédio imóvel

Contato