Em imoveis

Copa faz crescer interesse de estrangeiros por imóveis no Brasil

Entre os países, os americanos foram os que tiveram maior interesse em imóveis no Brasil, baseado no número de buscas registrado no VivaReal

SÃO PAULO - A Copa do Mundo fez aumentar o interesse de estrangeiros em imóveis no Brasil. Segundo levantamento do portal imobiliário VivaReal, 25 dos 31 países que visitaram o Brasil durante o Mundial registraram aumento no número de buscas nos três primeiros meses do ano, em comparação com os últimos três meses de 2013.

Entre os países, os americanos foram os que tiveram maior interesse em imóveis no Brasil, baseado no número de buscas registrado no VivaReal. Eles fizeram mais de 489 mil pesquisas de imóveis no País. Atrás deles, aparecem países europeus, como Portugal, Itália, Inglaterra e França, todos com mais de 20 mil buscas.

Na opinião do vice-presidente de Marketing do VivaReal, Rodrigo Iannuzzi, o crescimento no interesse por imóveis no Brasil reflete o momento vivido no País. “Mesmo com a boa rede hoteleira que o País oferece, percebemos um aumento substancial dos gringos procurando imóveis."

Já os países que tiveram maior crescimento nas buscas por imóveis no Brasil, o México lidera com uma alta de 135%, seguido pela Argélia, com crescimento de 133% nas buscas, em comparação com o último trimestre de 2013.

Número de buscas  Crescimento em porcentagem de buscas
Países Buscas Países Crescimento (%)
*VivaReal
Estados Unidos 489.930 México 135%
Portugal 31.810 Argélia 133%
Itália 28.992 Honduras 97%
Inglaterra 20.870 Inglaterra 45%
França 20.137 Holanda 44%

Onde eles procuram
Entre as cidades brasileiras, Curitiba, Fortaleza e Recife foram as que mais apresentaram as maiores variações nas buscas por imóveis no período. Enquanto a capital paranaense viu as pesquisas subirem 39%, Fortaleza e Recife ampliaram em 20% e 11% as buscas respectivamente.

Segundo Iannuzzi, o evento esportivo, a longo prazo, proporcionará para algumas regiões efeito comum a cidades turísticas. “Curitiba, por exemplo, que não faz parte do roteiro turístico do Brasil deverá entrar no ‘radar’ dos estrangeiros após o trabalho apresentado na Copa do Mundo”, finaliza o VP.

Curitiba
(Divulgação/Prefeitura)

Contato