Por Juliana Américo Lourenço da Silva Em imoveis  14 jul, 2014 11h43

É exagero? Quase 100 mil imóveis foram lançados nos últimos 3 anos em São Paulo

A maioria dos apartamentos tem até 69 metros quadrados de área útil e vale cerca de R$ 500 mil cada um

Por Juliana Américo Lourenço da Silva Em imoveis  14 jul, 2014 11h43

SÃO PAULO – Nos últimos três anos, a cidade de São Paulo recebeu 99.014 novos apartamentos, segundo o levantamento “Inteligência de Mercado da Lopes”, realizado pela imobiliária Lopes e conseguido com exclusividade pelo InfoMoney.

Ao todo foram lançados 808 empreendimentos com 1.169 torres, que movimentaram R$ 53 bilhões em VGV (Valor Geral de Venda). Para a diretora geral de atendimento da empresa, Mirella Parpinelle, o mercado paulistano tem tudo para continuar aquecido. “Já identificamos 461 futuros lançamentos”, explica.

Além disso, as unidades em estoque mantém um nível saudável de 20% das unidades lançadas.

Perfil
A maioria dos apartamentos tem até 69 metros quadrados de área útil e somam 70% do total. Outros 20% têm de 70 a 109 m²; 6% têm de 110 a 169 m²; e 4% 170 m² ou mais.

“Hoje valoriza-se cada vez mais a comodidade, seja por conta de uma boa localização para garantir fácil mobilidade numa grande metrópole ou pela oferta de serviços dentro do empreendimento para proporcionar praticidade ao dia a dia do paulistano. Com isso, a necessidade de grandes espaços está cada vez menor”, afirma Mirella.

Os empreendimentos também são avaliados pelo segmento e 10% são de padrão popular (81 unidades), 27% são econômicos (222 unidades), 36% de médio padrão (287 unidades), 17% de alto (140 unidades) e 10% de altíssimo padrão (78 unidades).

O preço médio do metro quadrado residencial em São Paulo é R$ 8.350, com isso o tíquete médio é R$ 535 mil.

Sé
(Wikimedia Commons)

Contato