Em imoveis / fundos-imobiliarios

Após "tempestade perfeita", o que esperar do mercado de Fundos Imobiliários para 2018

Marcelo da Costa Santos, da Engebanc, é convidado do programa Fundos Imobiliários, da InfoMoneyTV

SÃO PAULO – Com a iminente chegada de 2018, já é possível fazer um balanço do mercado imobiliário durante 2017. Para o ano que vem, espera-se uma consistente melhora para a indústria como um todo, expectativa compartilhada praticamente entre todos os especialistas da área.

No último programa Fundos Imobiliários de 2017, o professor do InfoMoney Educação Arthur Vieira de Moraes entrevista Marcelo da Costa Santos, da Engebanc. Os especialistas analisam os últimos meses nesse mercado e anteveem o cenário de recuperação para o ano que vem. Para Costa, "é impossível prever o futuro com precisão, mas entender as tendências é fundamental". 

Ele compara o momento atual com a crise anterior. Em 2002, o problema foi basicamente de demanda: a oferta não era tão forte. Já a crise que começou dois anos atrás é baseada em dois fatores fortes - excesso de oferta e demanda fraca decorrente da maior crise da história nacional. “É uma tempestade perfeita, se você for pensar”, diz o especialista.

Pela perspectiva do especialista, a oferta para imóveis de escritórios deve permanecer relativamente estável em 2018, enquanto a demanda tende a crescer de forma modesta. Já o mercado de galpões está um pouco mais distante de retomar o aquecimento: daqui 3 ou 4 anos deve se observar alta da demanda.  

Para eles, é importante manter o otimismo, mas com cautela, de forma a melhor aproveitar a realidade do mercado para investir melhor e rentabilizar mais os investimentos em fundos imobiliários. Um ano atrás, o cenário estava muito ruim, mas o final de 2017 já mostra melhora e antecipa um futuro ainda mais positivo para o próximo ano.

Eles falam sobre expectativa em ano de eleição, os impactos que o cenário político pode trazer para os imóveis listados e outros insights para o próximo ano. Confira abaixo a entrevista completa:

Contato