Em imoveis / fundos-imobiliarios

Por que trocar investimentos em imóveis por fundos imobiliários

Professor Marcos Silvestre e especialista em FII Arthur Vieira de Moraes debatem finanças e investimentos no Brasil

SÃO PAULO – Da mesma forma que o Tesouro Direto é a nova poupança, os fundos imobiliários são os novos imóveis de tijolo, em termos de investimentos. Essa foi a conclusão do programa Fundos Imobiliários desta sexta-feira.

Apresentado pelo professor do InfoMoney Educação Arthur Vieira de Moraes, o Fundos Imobiliários vai ao ar todas as sextas-feiras às 15h40. Nesta semana, o convidado foi o especialista em finanças pessoais professor Marcos Silvestre. Ele falou sobre a cultura de poupança e os investimentos no Brasil.

Ingresso há pouco tempo no mercado de investimentos, o brasileiro lentamente passa a reconhecer a superioridade do Tesouro Direto em relação à poupança em diversos aspectos. Embora nem sempre saia dela para tentar os fundos do governo, a diversificação passa a ser uma opção cada vez mais amplamente adotada – ainda que de maneira lenta. Para os especialistas, o mesmo deveria acontecer com os fundos imobiliários com relação ao imóvel de tijolo. Confira os motivos no vídeo completo, abaixo:

Imóveis comerciais
(Shutterstock)

Contato