Trader vende apartamento para comprar ações da Gerdau, prevendo alta de 200%

Grafista quer comprar R$ 400 mil em ações da companhia pensando em realizar o lucro daqui a 18 meses, quando atingir os R$ 10,00 previstos

Por Paula Barra
 29 jan, 2016 09h25 - Atualizada em 18h28
Wagner Caetano
(Divulgação)

SÃO PAULO - Enquanto muitos analistas fundamentalistas e gráficos seguem cautelosos com as ações da Gerdau (GGBR4) - uma das que mais caíram na Bolsa em 2015 e que operam perto do menor patamar desde novembro de 2003 -, um investidor profissional está montando uma gigantesca posição na siderúrgica. O otimismo com o trade é tão grande que ele inclusive colocou quase todo o dinheiro obtido com a venda de um apartamento nas ações da Gerdau. 

O otimista em questão é Wagner Caetano, diretor da Top Traders e trader profissional com 14 anos de experiência na Bovespa. Caetano preferiu remar contra a maré, mesmo com o passado nebuloso que esse papel deixou para muitos profissionais experientes no mercado, e decidiu apostar pesado na compra da siderúrgica neste início de ano. O retrospecto extremamente favorável do trader em 2015 lhe garante, pelo menos, o benefício de explicar tamanha ousadia na Bovespa. 

Antes de entrar nos detalhes da operação, uma ligeira retrospectiva sobre a Gerdau. A empresa, que parecia a salvação no setor siderúrgico dado sua exposição à economia americana, fez muitos analistas fundamentalistas quebrarem a cara. A ação até conseguiu segurar o patamar dos R$ 9,30 - que marcava no início de 2015 - até meados de maio, mas depois disso o que se viu na Bolsa foi só decepção, com o ativo acumulando queda de 50% no ano. A virada para 2016, no entanto, não trouxe ainda o esperado alívio, com o papel já caindo 28% em janeiro. Seus pares na Bolsa, Usiminas (USIM5) e CSN (CSNA3), recuam 44% e 14%, respectivamente, neste primeiro mês de 2016. 

Uma trajetória pessimista que tem deixado muitos investidores afastados do papel. Mas se deu tão errado ano passado para quem acreditou na compra, por que apostar agora na alta do papel? 

O apartamento pelas ações
Para Caetano, que também é blogueiro do InfoMoney e apresenta todas as segundas-feiras o programa Na Mira do Trader no InfoMoneyTV, além de aparentemente barata, a ação da Gerdau parece ter deixado uma formação de fundo duplo na região dos R$ 3,30, o que poderia funcionar como uma barreira para quedas mais profundas. Isso, segundo ele, garante potencial para o papel subir até os R$ 10,00 nos próximos 18 meses. 

Apostando nesse potencial de retorno do investimento, o trader disse em entrevista ao InfoMoney que inclusive aplicou quase todo o dinheiro obtido com a venda de um de seus apartamentos nas ações da Gerdau. "Meu plano é acumular, no intervalo de 3 meses, 100 mil ações GGBR4, a um preço máximo de R$ 4,00 por papel, totalizando um investimento de R$ 400 mil", explicou ao InfoMoney.

Na bagagem, Caetano tem um histórico que não deixa dúvida que ele não entra para brincadeira em seus trades. Em outubro de 2015, ele acertou em cheio uma compra com as ações da Hypermarcas, antecipada inclusive no programa Visão Técnica, do InfoMoney TV. Depois de a ação ter deixado uma figura gráfica conhecida como "bebê abandonado", o trader abriu compra no papel, que estava próximo dos R$ 14,00, prevendo alta de 70% - patamar alcançado quase três meses depois.

No final de 2014, ele também conseguiu um bom trade com Souza Cruz, obtendo lucro de 50% na operação. Nos dois casos, um evento corporativo beneficiou a disparada dos papéis: a Hypermarcas vendeu um de seus ativos à Coty por US$ 1 bilhão, enquanto a Souza Cruz recebeu uma OPA (Oferta Pública de Aquisição) para fechamento de capital da BAT, o que inclusive culminou com a saída da empresa da Bovespa.

Montando a operação
Prevendo uma alta de quase 200% no papel, considerando o fechamento de hoje, Caetano já iniciou suas compras na ação: a primeira, dia 14 de janeiro, quando comprou 60.000 ações, a um preço médio de R$ 3,51, totalizando R$ 210,9 mil; a segunda, dia 27 de janeiro, quando comprou 8.000 papéis, a um preço médio de R$ 3,36, somando R$ 26,8 mil.

Para finalizar as compras para o trade, Caetano ainda precisa embolsar 32.000 ações. Usando como critério os R$ 4,00 (que seria o patamar máximo para compra), representaria mais R$ 128 mil em ações da Gerdau.

"A ideia, no momento, é montar compra de forma gradativa", disse. Uma sinalização importante viria se a ação ultrapassar a importante região dos R$ 3,69 (eixo de um possível fundo duplo), cujo rompimento traria força compradora importante ao papel. "Seria um divisor de águas entre a compra e a venda", comentou. "Se romper, decola e não volta mais".

Para quem já tem o papel na carteira, Caetano ainda diz: "vale a pena efetuar mais compras para melhorar o preço médio". A operação muda de figura, no entanto, se for abaixo dos R$ 3,23, a mínima do ano, batida dia 26 de janeiro.

Reforçando sua visão compradora, Caetano comenta que a ação está barata olhando até pelo lado dos fundamentos, negociando a 0,16 vez o seu valor patrimonial, sendo que é uma forte geradora de caixa, tem maior exposição aos Estados Unidos e Canadá, quando comparada aos seus pares, menor alavancagem e se destaca em aços longos.

Nesta sexta-feira (29), as ações da siderúrgica subiram 5,57%, a R$ 3,60, mas chegaram a alcançar na máxima do dia alta de 7,33%, a R$ 3,66. Apesar da alta expressiva, os papéis ainda acumulam queda de 23% este ano. Olhando desde 2014, a derrocada é de 80%. Em 2014, o papel caiu 46,79%; e em 2015, recuou 50%. 

Confira o gráfico de GGBR4 traçado por Wagner Caetano:

Abaixo, a primeira boleta da operação, dia 14 de janeiro, quando o trader comprou 60.000 ações da GGBR4, ao preço médio de R$ 3,51 por papel:

Quer seguir os trades de Wagner Caetano? Assine sua newsletter diária aqui abaixo:

COMENTÁRIOS

SOBRE O(S) AUTOR(ES)

Paula Barra


mercados

IBOVESPA
-2,82%

50.105 pts

Última cotação em 24/06/2016 17:19:00
Data Pais Evento Referência Expectativa
27/06
08:00
USA Sondagem do Consumidor (FGV) Junho
27/06
08:25
USA Relatório Focus Semanal
27/06
10:30
USA Nota de Mercado Aberto Maio
27/06
15:00
USA Balança Comercial Junho
28/06
00:00
USA Resultado primário do Governo Central Maio

mais eventos

Contato