Em educacao / guias

Excesso de trabalho e saúde: como equilibrar estas duas forças?

A falta de tempo faz com que você se direcione à rotina; observe alguns aspectos que vão ajudá-lo a manter a saúde em dia

estetoscópio - saúde - medicina - médico
(Getty Images)

SÃO PAULO - O acúmulo de tarefas é uma realidade cada vez mais comum nas empresas, independente do porte. E você, como trabalhador ou empresário, sofre isso na pele também!

Diante disso, não são poucas as matérias que procuram mostrar, ao profissional, a importância de zelar por sua saúde e bem estar. Porém, tudo isso parece esquecido diante de tantos compromissos para conciliar na agenda, além da vida pessoal.

Saúde: ferramenta de trabalho
Pois saiba que alguns cuidados, dentro da sua própria rotina, podem ajudá-lo a zelar por sua saúde, e são recomendados por especialistas da área. Nenhuma orientação exige uma mudança radical ou compromete seu ritmo de trabalho. Ao contrário: com o passar do tempo você poderá perceber um ganho de disposição.

Trata-se apenas de uma mudança de hábito. Para isso, será interessante você examinar o seu dia-a-dia e observar como tem sido sua atitude. Confira:

Você e o computador
Você passa horas diante do computador? Evite sentar muito próximo à máquina e procure dar intervalos durante o expediente. Segundo o oftalmologista Renato Neves, com o tempo este excesso pode causar dores de cabeça, irritação e vermelhidão na vista, sensações de ardor e tremor involuntário das pálpebras.

Observe se o seu monitor está bem posicionado, de forma a evitar reflexos diretos da luz. Trabalha em local que possui sistema de ar condicionado? O especialista destaca a importância da troca dos filtros de ar com certa regularidade, bem como a instalação de umidificadores no ambiente.

Em pé ou sentado?
Tanto num caso quanto no outro, o importante é que você, no seu trabalho, evite permanecer na mesma posição por muito tempo. Procure movimentar-se em pequenas pausas durante o expediente.

De acordo com o cirurgião Kasuo Miyake, doutor em cirurgia vascular da USP, as pessoas que se movimentam pouco durante o dia correm o risco de desenvolver varizes, dores nas pernas e problemas vasculares mais sérios.

Durante o trabalho, e nos intervalos, beba muita água! O recomendável pelos especialistas é a ingestão mínima de 8 a 10 copos ao dia. Além de evitar a sobrecarga renal, transportar nutrientes e eliminar toxinas, o hábito ajuda a prevenir a formação de coágulos no sangue, segundo o dr. Miyake.

Em pé ou sentada, um recado às mulheres: muito cuidado com o uso diário de calçados com saltos altos. Para quem não dispensa o acessório, é recomendável alongar a barriga das pernas ao chegar em casa. O exercício, praticado diariamente, previne o encurtamento das panturrilhas e ajudar a manter a boa circulação, assegura o especialista.

Como vai a sua hora de almoço?
Tudo bem, a correria está grande. Mas que tal zelar pelo bom hábito de dedicar uma hora do seu expediente à boa alimentação?

Aproveite este intervalo para relaxar: nada de falar de problemas...desligue um pouco do ambiente de trabalho!

Evite almoçar rápido ou se perder em lanches e guloseimas. Segundo a nutricionista Fernanda Giannecchini, a alimentação inadequada favorece o ganho de peso e o acúmulo de gordura corporal.

"Não é correto um almoço apressado, muito menos à base de lanches, e ficar sem comer durante a tarde toda", destaca. O ideal é optar por um cardápio balanceado no almoço, com a ingestão de barras de cereais, sucos ou iogurtes durante os intervalos entre uma refeição e outra, evitando permanecer muitas horas sem se alimentar.

Como é possível perceber, as alternativas são simples e podem ser enquadradas, sim, no seu dia-a-dia. Basta disposição para começar. Que tal agora? Boa sorte e muita saúde!

Contato