Em conteudo-patrocinado / xpi

2017 deve ser o ano da transição para a economia brasileira, prevê economista-chefe da XP Investimentos

Zeina Latif vê cenário mais otimista a partir do segundo semestre

Se 2016 foi marcado como o segundo ano consecutivo de recessão no Brasil, 2017 deve entrar como o ano da transição para um cenário mais otimista. O crescimento enfim deve voltar, mas ganhando força apenas no segundo semestre.

Para Zeina Latif, economista-chefe da XP Investimentos, ainda não será dessa vez que viveremos o cenário dos sonhos, mas certamente a economia oferecerá um alento sobre o caminho que vinha sendo trilhado até então. A reforma da Previdência, por exemplo, deve entrar na pauta do Congresso nos próximos meses, e se espera que seja uma importante sinalização para equacionar a relação dívida/PIB do Brasil.

A atividade econômica deve começar a mostrar sinais de recuperação, em um quadro de inflação e juros mais normalizados. O cenário internacional, no entanto, pode ser o elemento de sorte ou azar para o governo de Michel Temer. A economista projeta um impulso moderado nos preços das commodities, ainda que o cenário mundial seja de estagnação e da imposição de uma agenda protecionista, mas ainda há incertezas que rondam as perspectivas no exterior e que podem mudar o cenário.

Quando se colocam todos os riscos e oportunidades na balança, a conclusão é de que os primeiros meses do ano ainda devem ser desafiadores e apresentar riscos ao mercado. A estabilização deve começar a ganhar força somente na metade final de 2017.

Confira o vídeo abaixo e entenda em detalhes o que esperar para a economia nesse ano.

Para investir com quem é especialista no assunto e com taxa zero de custódia, clique aqui e abra uma conta na XP Investimentos.

DISCLAIMER

1. Este material foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S/A (“XP Investimentos” ou “XP”) e não deve ser considerado um relatório de análise para os fins do artigo 1º da Instrução CVM nº 483, de 6 de julho de 2010. 2. Este material tem caráter meramente informativo, não constitui e nem deve ser interpretado como sendo material promocional, solicitação de compra ou venda, oferta ou recomendação de qualquer ativo financeiro, investimento, sugestão de alocação ou adoção de estratégias por parte dos destinatários. Os prazos, taxas e condições aqui contidas são meramente indicativas. 3. As informações contidas neste relatório foram consideradas razoáveis na data em que ele foi divulgado e foram obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis. A XP Investimentos não dá nenhuma segurança ou garantia, seja de forma expressa ou implícita, sobre a integridade, confiabilidade ou exatidão dessas informações. Este relatório também não tem a intenção de ser uma relação completa ou resumida dos mercados ou desdobramentos nele abordados. 4. Os instrumentos financeiros discutidos neste material podem não ser adequados para todos os investidores. Este material não leva em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de qualquer investidor. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. 5. A XP Investimentos não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. 6. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. 7. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. 8. Para maiores informações sobre produtos, tabelas de custos operacionais e política de cobrança, favor acessar o nosso site: www.xpi.com.br. 9. ESTA INSTITUIÇÃO É ADERENTE AO CÓDIGO ANBIMA DE REGULAÇÃO E MELHORES PRÁTICAS PARA ATIVIDADE DE DISTRIBUIÇÃO DE PRODUTOS DE INVESTIMENTO NO VAREJO.

2017 deve ser o ano da transição para a economia brasileira, prevê economista-chefe da XP Investimentos
 

Contato