Em conteudo-patrocinado / seguro-de-vida

Seguro de vida é fundamental para o planejamento financeiro

O produto, porém, não deve ser entendido como um investimento de retorno financeiro, mas sim como um instrumento de proteção para a vida

O seguro de vida individual tem ganhado destaque como um produto importante para a proteção e o planejamento financeiro das famílias. Apesar de lidar com a incerteza e com as mais diversas possibilidades, ele ajuda nos momentos mais difíceis ao oferecer suporte financeiro em caso de morte, invalidez, doenças graves, internações hospitalares, entre outras.

Dentre os diversos tipos de seguros de vida, o de categoria resgatável é um dos mais flexíveis e complexos do mercado. Por definição, essa categoria de produto oferece a possibilidade de formar uma reserva que é constituída pela seguradora durante o período de vigência do seguro, e é essa reserva que dará suporte a uma série de possibilidades de utilização do seguro.

Para honrar o compromisso do pagamento do benefício no caso da ocorrência do evento coberto (sinistro), a seguradora tem a obrigação de constituir uma reserva, enquanto não ocorre o sinistro, para se preparar para o possível pagamento. Trata-se de um cálculo atuarial que envolve vários fatores como juros, probabilidade de morte, idade e sexo do segurado, além de ser atualizada monetariamente, de acordo com a inflação.

Quando se fala em seguro de vida resgatável, ele pode ajudar no futuro, mas não deve ser confundido com um plano de previdência privada ou investimento. Essa confusão pode acontecer, já que, o cálculo da reserva, ao contrário de aplicações financeiras, não é somente financeiro, mas também atuarial, na medida em que leva em consideração as probabilidades e não tem relação direta com os prêmios pagos. Ou seja, a reserva não é apenas decorrente de uma “conta de depósitos de prêmios”.

Um exemplo de flexibilidade do seguro de vida resgatável é que o cliente tem a opção de reduzir o capital segurado contratado, caso esteja passando por alguma dificuldade financeira, por exemplo, e ainda receber o valor de resgate, que é uma parte da reserva constituída proporcional à redução. Além disso, o segurado receberá integralmente o valor de resgate constituído até o momento, caso opte pelo cancelamento integral da apólice.

Assim como o planejamento financeiro, que deve ser feito idealmente com antecedência e visando o longo prazo, o seguro de vida é mais barato quando o segurado o contrata jovem, já que, quanto mais novo e com melhores condições de saúde, menor será o valor do prêmio a ser pago para cobrir o risco.

Para compreender melhor as suas necessidades e como se proteger financeiramente, clique aqui e faça uma simulação.

 

Contato