Em carreira / emprego

Google e Facebook impõem condições para relacionamentos entre funcionários

Empregados da mesma empresa até podem se convidar para sair com segundas intenções – mas apenas uma vez

Facebook
(Paula Zogbi)

SÃO PAULO – Como forma de tentar evitar assédio sexual no ambiente de trabalho, empresas como o Google e o Facebook passaram a aplicar regras para os relacionamentos amorosos de seus funcionários.

A primeira delas é que um funcionário pode convidar outro para sair, mas apenas uma vez: qualquer coisa que ultrapasse a rejeição inicial está fora dos limites.

“Respostas ambíguas como ‘estou ocupada’ ou ‘não posso nesse dia’ contam como ‘não’”, disse ao Wall Street Journal a diretora de legislação trabalhista do Facebook, Heidi Swartz. Essas regras são consideradas especialmente importantes em companhias com muitos funcionários jovens e solteiros.

Considerando pessoas com posições diferentes na hierarquia, o departamento de Recursos Humanos até aceita relacionamentos amorosos – mas confia que funcionários entrem em contato em qualquer situação que possa sinalizar conflito de interesse.  

Contato