Em carreira / emprego

Tecnologia impede fraudes em 52 mil pedidos do seguro-desemprego

Sistema alia inteligência artificial e estatísticas para combater irregularidades

Tecnologia
(Shutterstock)

SÃO PAULO - Por conta de indícios de irregularidades, 52 mil pedidos do seguro-desemprego foram bloqueados pelo sistema antifraude do Ministério do Trabalho. O cruzamento de dados de todas as bases da pasta com as informações registradas na Receita Federal e Caixa Econômica Federal já gerou economia de R$ 678 milhões desde dezembro do ano passado. 

O rastreamento parte do número de CPF de quem faz o requerimento. A ferramenta segue todo o percurso do pagamento do benefício, desde o requerimento até a transferência. Como todo o processo é informatizado, a análise é agilizada. Ao todo, cerca de 700 mil pedidos são avaliados por mês.

Quando irregularidades são identificadas, a Polícia Federal é acionada e o cidadão é comunicado do problema. 

Contato