Em carreira / emprego

CEO pergunta se candidatos largariam família em férias na Disney para trabalhar - e espera um "sim"

Don Mal, CEO da Vena Solutions, quer ver até onde seus funcionários iriam pela empresa

SÃO PAULO – A entrevista de emprego é um teste para o empregador avaliar se o candidato se encaixa na vaga disponível em sua empresa. Para analisar se os profissionais que buscam uma vaga são adequados à cultura de sua empresa, Don Mal, CEO da empresa de software Vena Solutions, tem uma pergunta específica que sempre faz aos candidatos: "Você deixaria sua família na Disney durante as férias para fazer algo que fosse realmente importante para a empresa?".

A resposta esperada pelo empresário é "sim". Segundo o Business Insider, Mal não contratou quem respondeu 'não' a esta pergunta. "Faço a pergunta porque eu deixei minha esposa e filhos na Disney uma vez, para fechar o maior negócio da história da nossa empresa. Foram dois dias. Não larguei minha família para que eles passassem o resto das férias sem mim, mas fiz uma escolha”, afirma Mal.

Ele faz a pergunta peculiar porque acredita que é preciso trazer resultados, que só vêm com esforço da equipe. "Quero pessoas que se entreguem ao trabalho, caso uma emergência ou oportunidade apareça”, afirma.

O CEO acredita que a pergunta é importante, não porque ele vá fazer o funcionário passar por isso, mas para ver se a pessoa está disposta a se dedicar e fazer alguns sacrifícios em nome da empresa - que não necessariamente será esse. "Achei que era importante fechar o negócio quando apareceu a oportunidade durante as férias. A aquisição alavancou minha carreira. Isso ajudou a companhia e minha esposa realmente entendeu a situação”, explica.

Mal não baseia a contração apenas nisso, embora essa seja a pergunta de mais peso. "Eu estou em busca de líderes, que tenham conhecimento e saibam aplicar na prática e com as pessoas. Também busco pessoas que são bons ouvintes. Eles têm inteligência emocional? Eles são empáticos e querem ajudar os outros?", complementa o CEO.

A pergunta sobre deixar a família na Disney é polêmica, considerando que as férias são necessárias e que os funcionários têm direito a um período longe da empresa. 

Mas ele pondera. "Para mim esse exemplo não é sobre ligar ou não para a família, eu realmente ligo e dedico parte do meu tempo para eles. É mais sobre entender a ética de trabalho da pessoa que vou contratar", afirma o CEO.

Don Mal, Vena Solutions
(Reprodução Facebook)

Contato