Em brfsa

Ex-presidente da BRF Pedro Faria é solto pela Polícia Federal

Ele estava preso desde segunda-feira, após a 3ª fase da Operação Carne Fraca

Pedro Faria BRF
(Reprodução/YouTube)

SÃO PAULO - O ex-presidente da BRF (BRFS3), Pedro de Andrade Faria, foi solto na tarde desta sexta-feira (9) após ter a prisão temporária revogada pela Justiça Federal. Ele estava preso desde segunda-feira, após a 3ª fase da Operação Carne Fraca.

A decisão foi tomada pelo juiz federal André Wasilewski Duszczak, que  decidiu não prorrogar a prisão temporária do executivo porque ele está fora do comando da companhia e não poderia atrapalhar as investigações.

O gerente jurídico da companhia, Luciano Bauer Wienke, também foi solto, sendo que dos 11 mandados de prisão temporária cumpridos no início da semana, seis pessoas já tiveram o alvará de soltura expedidos. As prisões temporárias de outros cinco executivos também vencem hoje, entre elas a do ex-diretor e ex-vice-presidente Hélio Rubens Mendes dos Santos Júnior.

Faria foi preso por conta de um e-mail enviado para três vice-presidentes da BRF, depois de saber da ação trabalhista de uma ex-funcionária, que acusava a empresa de obrigá-la a adulterar os resultados de testes laboratoriais na planta de Rio Verde (GO).

Quer investir em ações pagando só R$ 0,80 de corretagem? Clique aqui e abra sua conta na Clear

Contato