ETFs movimentam R$ 2,18 bilhões na BM&FBovespa em fevereiro

Entre outros dados do balanço das operações, empréstimos de ações caíram no período, indo de R$ 68,34 bi para R$ 66,69 bi
Por Mariana Mandrote  
a a a

SÃO PAULO - A BM&FBovespa (BVMF3) revelou nesta sexta-feira (9) o balanço das operações do mês de fevereiro. No mês em questão, os doze ETFs (Exchange Traded Funds) negociados na bolsa tiveram 72.054 negócios, frente a marca de 64.080 transações de janeiro. O volume financeiro também foi maior no segundo mês deste ano, ao registrar R$ 2,18 bilhões, enquanto no mês anterior esse montante foi de R$ 1,35 bilhão.

Já os empréstimos de ações no período totalizaram 104.810 operações, com volume financeiro de R$ 66,69 bilhões, ante os 121.037 negócios em janeiro, os quais foram responsáveis pelo montante de R$ 68,34 bilhões.

Fundos imobiliários têm menor volume financeiro 
Os fundos de investimento imobiliário (FIIs), por sua vez, foram responsáveis por R$ 309,36 milhões no mês, com os 9.568 negócios realizados no período, frente ao volume financeiro de R$ 70,46 milhões dos 9.038 negócios de janeiro.

Ao todo, o segundo mês deste ano chegou ao fim com 69 fundos dessa modalidade registrados e autorizados para negociação nos mercados de bolsa e balcão da BM&FBovespa.

Investimentos em renda fixa privada 
Os negócios realizados no Bovespa Fix e Soma Fix registraram um total de R$ 53,20 milhões em janeiro, sendo R$ 52,05 milhões referentes a debêntures e R$ 1,15 milhão aos CRIs (Certificados de Recebíveis Imobiliários). Em janeiro, as transações do mercado secundário de renda fixa privada totalizaram R$ 33,92 milhões.

Assuntos relacionados: ETF

Deixe seu comentário