Em bloomberg / mercados

Legalização da maconha pode elevar receita do McDonald's nos EUA

Pesquisa revela que 43% dos usuários de maconha legalizada comeram em restaurantes do McDonald’s nas últimas 4 semanas

(Bloomberg) -- A fome gerada pelo consumo de maconha está ampliando as receitas do setor de fast-food nos estados americanos nos quais a erva está legalizada.

A maconha tem dado mostras de que aumenta o apetite dos usuários, enviando muitos clientes dos dispensários legalizados às redes de fast-food, segundo um novo estudo da Green Market Report e da Consumer Research Around Cannabis.

Quarenta e três por cento dos usuários de maconha legalizada comeram em restaurantes do McDonald’s nas últimas quatro semanas, apontou a pesquisa. Dezoito por cento comeram no Taco Bell e 17,8 por cento foram ao Wendy’s. Esses resultados foram significativamente maiores do que entre os entrevistados que não visitaram um dispensário.

Cerca de 27.500 pessoas responderam à pesquisa on-line. Entre as demais redes de restaurantes que tiveram um consumo maior de usuários de maconha estão Burger King, KFC, Jack in the Box e Carl’s Jr., segundo o estudo.

A Consumer Research Around Cannabis é uma empresa de pesquisa com sede em Houston que monitora dados demográficos da indústria da maconha. A Green Market Report, por sua vez, se concentra em informações financeiras e econômicas sobre a maconha.

McDonald's
(Bloomberg)

Contato