Em bloomberg / mercados

Goldman Sachs pode se juntar à Gávea para comprar Fleury, diz fonte

O Abu Dhabi Investment Authority também estaria considerando se unir à gestora para efetuar a aquisição.

Armínio Fraga

SÃO PAULO - Os rumores de que a Gávea Investimentos estaria interessada em comprar o Fleury (FLRY3) aumentaram nos últimos meses e mexeram fortemente com os papéis da companhia. A gestora do ex-presidente do Banco Central, Armínio Fraga, está prestes a anunciar que ganhou uma parceira de peso para arrematar a transação. De acordo com fontes com conhecimento no assunto, a empresa se juntaria ao Goldman Sachs para fazer a aquisição.

Além do Goldman Sachs, o Abu Dhabi Investment Authority também estaria considerando se unir à Gávea para realizar a compra do Fleury. Caso a integração se  consolide, os dois investidores passariam a fazer parte de uma negociação que mexeu com o mercados nos últimos seis meses. O Fleury, que tem valor de mercado de cerca de R$ 2,6 bilhões (US$ 1,2 bilhão), comunicou em março que estava negociando com a gestora de investimentos.

O fechamento do negócio está demorando porque os sócios do Gávea no Instituto Hermes Pardini, laboratório que seria unificado ao Fleury, querem um poder maior na nova empresa, revelaram as fontes que pediram anonimato porque o acordo não está fechado. "Ainda é possível que um acordo não seja alcançado", explicaram.

Contato