Carros: como a perda do grau de investimento afeta seu bolso

Não se engane: o agravamento da crise econômica efetará as finanças pessoais de todos nós. Como os carros sempre representam enormes despesas, é importante estar preparado para o que vem pela frente.
Blog por Leandro Mattera  

A gravíssima crise econômica e política no Brasil teve mais um significativo desdobramento, com a perda do grau de investimento concedido pela agência de classificação de risco Standard & Poor’s. Certamente esse episódio terá reflexos por anos na nossa economia, afetando direta e indiretamente as finanças pessoais de todos nós.

Aqui no Blog seu Carro e seu Bolso, o foco é discutir aspectos financeiros e técnicos para que você, consumidor, possa tomar as melhores decisões e esteja preparado para os próximos capítulos. Aliás, ao final deste artigo, será disponibilizada uma ferramenta gratuita bem útil para você controlar seus gastos.

Em relação às perspectivas que provavelmente iremos vivenciar, será feita uma breve análise de alguns possíveis impactos no mercado automotivo e nos custos dos carros.

Antes de tudo, é importante frisar que a palavra-chave para entender o momento é “confiança”. No sistema capitalista, é essencial que os agentes do mercado tenham confiança para tomarem decisões e assumirem os consequentes riscos.

Nesse sentido, mesmo antes do rebaixamento do país, os níveis de confiança de investidores, empresários e consumidores já estavam em patamares historicamente baixos. A partir do momento em que o Brasil passa a ser considerado “junk”, esse problema tende a se acentuar, paralisando ainda mais uma economia que já está em recessão.

Com a provável saída de capitais do país, é possível que os juros fiquem ainda mais elevados, comprometendo o aceso ao crédito para empresas e pessoas físicas. Adicionalmente, o recente rebaixamento dos bancos brasileiros também contribui para gerar dificuldades de captação e escassez nos recursos a serem emprestados.

Além disso, o dólar deve continuar em rota ascendente, impactando nos custos das fabricantes, que provavelmente precisarão reajustar os já absurdos preços dos carros.

Pelo mesmo motivo, os custos com manutenção também podem crescer, levando em conta os preços das peças e pneus. Essa tendência deverá afetar mais acentuadamente os carros importados.

É bom lembrar que a alta do dólar também se reflete na inflação, a qual já está em patamares elevados. Isso ocorre porque a moeda americana baliza vários produtos essenciais na economia, como o petróleo, além de eventualmente tornar mais vantajosas as exportações.

O dólar mais alto também pode levar ao cancelamento ou redução de investimentos em fábricas e concessionárias, comprometendo a concorrência e o acesso de você, consumidor, a produtos e serviços. O risco de algumas marcas deixarem o Brasil também se intensifica, lembrando que isso já ocorreu em outras épocas, como no final dos anos 90.

Caso ocorram aumentos de tributos, como o IPI, novamente os preços dos carros sofrerão com os repasses. Se for confirmada a elevação do Imposto de Renda, haverá impacto no seu orçamento familiar também.

Com a alta da inflação e aumento nos preços de aquisição e manutenção dos carros, os seguros também tendem a apresentar um acentuado reajuste.

Finalmente, com a intensificação da crise e retração nos gastos das pessoas, na hora de vender o seu carro, ficará cada vez mais difícil obter um preço atraente.

Esse breve resumo mostra que as tendências são sombrias, caso não haja mudanças significativas na condução do país. Evidentemente, caminha-se aceleradamente para uma situação insustentável.

Diante desse cenário cada vez mais desafiador (para usar palavras brandas), decorrente do colapso econômico do Brasil, é cada vez mais importante ter cautela e planejamento na hora de comprar um carro. Em relação aos custos para mantê-lo, é essencial que você faça um controle dos gastos mensais. Pode ser num caderno, planilha, aplicativo ou por qualquer modo que funcione para você. Avalie os dados e procure tomar as melhores decisões para cuidar bem do seu bolso.

PS: Para facilitar o controle de gastos do seu carro, atendendo a pedidos de leitores, eu elaborei uma planilha completa e de fácil preenchimento. Acredito que é uma ferramenta bem interessante para administrar o seu orçamento. Você pode baixá-la gratuitamente agora no seguinte link:

http://bit.ly/PlanilhaCarro

 

Muito obrigado pela atenção, um grande abraço e até a próxima!

Leandro Mattera

Consultor automotivo pessoal na Carro e Dinheiro e autor do livro digital “Como Escolher o Seu Carro Ideal”.

Importante: As opiniões contidas neste texto são do autor do blog e não necessariamente refletem a opinião do InfoMoney.

Deixe seu comentário