O Ano dos SUVs: Mas é Preciso (muito) Cuidado com as Finanças!

Os SUVS estão vindo com tudo no Brasil com diversos lançamentos. Mas o seu bolso precisa estar preparado para os custos, tanto para comprar como para manter um Utilitário Esportivo.
Blog por Leandro Mattera  

Os SUVs (utilitários esportivos) ganham cada vez mais espaço no mercado mundial e principalmente no Brasil. Por aqui, estamos presenciando uma onda gigantesca de lançamentos, numa faixa de preços que varia entre R$ 70 mil a R$ 240 mil, aproximadamente.

O aumento do interesse dos consumidores pelos SUVs leva em conta algumas características diferenciadas desses carros. As principais são a maior robustez (o que às vezes é apenas uma questão de aperência), maior versatilidade, mais espaço interno e para bagagens (aspectos muitas vezes prejudicados nos SUVs compactos), posição de dirigir elevada e (sensação de) mais segurança.

Analisando historicamente, é interessante lembrar que a maior “popularização” dos utilitários esportivos começou a partir do momento no qual as fabricantes passaram a construí-los sobre as plataformas de carros. Os exemplos mais significativos são as primeiras gerações do Toyota RAV4 e Honda CR-V que, em meados dos anos 90, tinham um porte bem menor do que os modelos atuais.

Até por conta do aumento do tamanho dos carros acima citados, começou a surgir espaço para o desenvolvimento de SUVs compactos. O lançamento do primeiro Ford Ecosport, em 2003, é marcante para o nascimento efetivo dessa categoria no Brasil.

1. Os Novos SUVs que prometem revolucionar o mercado brasileiro:

Desde o seu lançamento, o modelo da Ford tem reinado absoluto no segmento, sendo seguido atualmente pelo Renault Duster. Depois de tanto tempo, finalmente estão chegando novos SUVs, principalmente compactos, que trarão mais concorrência e muitas novidades para todos os gostos.

Seguindo as atuais preferências dos consumidores, mesmo no atual momento de crise no setor automotivo, diversas marcas estão apostando alto neste segmento e o ritmo de lançamentos está bastante intenso.

Os principais postulantes à superação do Ford Ecosport, são o Honda HR-V e o Jeep Renegade, sendo que as duas marcas pretendem vender mais de 50 mil unidades ainda em 2015. Os dois projetos são bastante atuais em termos globais.

O Honda HR-V será vendido em versões que variam entre R$ 70 mil a R$ 90 mil. A sua proposta é mais voltada ao uso urbano e você pode ver mais informações sobre o veículo nestes vídeos do Honda HR-V (clique para acessar).

O Jeep Renegade é uma grande aposta do Grupo Fiat-Chrysler. Ele traz diferenciais interessantes, como motorização a diesel, e uma proposta que permite a utilização no off-road. Seus preços variam entre R$ 70 mil a R$ 117 mil. Você também pode saber mais sobre o modelo nestes vídeos do Jeep Renegade (clique para acessar).

Mas as novidades não param por aí. Outro lançamento relevante é do Peugeot 2008, cujos preços têm sido estimados por entre R$ 65 a R$ 85 mil. O modelo aposta na versatilidade e na possibilidade do motor turbo THP.

A JAC Motors também está lançando o modelo T6, e é interessante lembrar que o Lifan X60 foi o modelo chinês mais vendido no ano passado.

Finalmente, já em outro segmento dos SUVs, a Lexus apresentou recentemente o NX 200t, que pretende rivalizar o Range Rover Evoque, carro que é o sonho de consumo de muita gente. O novo Lexus tem preços entre R$ 216 mil a R$ 237 mil.

2. A importância de analisar a necessidade e os Impactos Financeiros maiores de um SUV:

Existe uma grande diferença entre precisar de um SUV e apenas desejar ter um. Sobre as compras de automóveis baseadas apenas em desejos e busca por imagem e status, eu já publiquei aqui no Blog Seu Carro e Seu Bolso um artigo denominado: Carros: por que Pagar (cada vez mais Caro) por Status? (clique para acessar)

Ao pensar nas necessidades, avalie criteriosamente as condições de uso que você terá com o carro para verificar se faz sentido a compra de um SUV.

Ao contrário da maioria dos entusiastas automotivos, eu reconheço que os SUVs efetivamente trazem algumas características relevantes que justificam a sua compra. Conforme comentado no início do texto, ele permite muita flexibilidade para o transporte de pessoas e cargas. A facilidade de acesso é também interessante para quem tem filhos pequenos e para os idosos.

Além disso, os modelos que têm melhores projetos apresentam o sistema de suspensão reforçado, o que ajuda a trafegar nas superfícies lunares brasileiras. Também propiciam melhor visibilidade e, por serem mais elevados, têm melhores condições para enfrentar condições adversas como alagamentos e desníveis.

Por outro lado, por serem mais complexos e pesados e menos eficientes em termos de aerodinâmica, também têm seus pontos fracos. Por conta disso, trazem maiores impactos financeiros. Para saber quais são todos os reflexos dos carros no orçamento, leia o artigo: Carros: Por que eles pesam tanto no seu Bolso? (clique para ler)

Considerando as peculiaridades dos SUVs, eles já custam mais caro no momento da compra, o que se reflete no IPVA. Durante o período de propriedade, tendem a consumir mais combustível e têm preços de peças e pneus mais elevado. O seguro também apresenta custo mais alto. Além disso, também podem haver despesas maiores com estacionamento e lavagem.

Finalmente, no momento da venda, também costumam apresentam maior depreciação. Para exemplificar algumas comparações de custos entre carros convencionais e SUVs, vale observar essa matéria publicada pela Revista Quatro Rodas (clique para ler).

Conclusão:

O mercado automotivo brasileiro atravessa uma severa crise, que tende a se agravar cada vez mais. Mas existem segmentos que ainda possuem espaço para crescimento (provavelmente não na proposrção atualmente imaginada), principalmente considerando as mudanças de comportamento por parte dos consumidores. 

Não há dúvidas de que os SUVs têm ganhado crescente preferência. No mundo todo e no Brasil, estamos observando a queda brutal das peruas e das minivans. Com a chegada de novos projetos de SUVs (lembrando que, para facilitar a compreensão do texto, não entramos na questão envolvendo a nomenclatura "crossover"), existem grandes chances de começarem a atrair consumidores de sedans e hatches.

Com novas opções de diferentes perfis no mercado brasileiro, aumentam as opções para os consumidores, embora sempre tenhamos que lembrar que os preços dos carros continuam caríssimos e em elevação. As compras de veículos, cada vez mais, precisam ser realizadas de forma planejada e consciente, como defendo no meu livro digital, o “Como Escolher o seu Carro Ideal”. Portanto, antes de adquirir um SUV, considerando os maiores impactos no seu bolso, é importante priorizar um bom planejamento financeiro.

Muito obrigado pela atenção, um grande abraço e até a próxima!

Leandro Mattera

Consultor automotivo pessoal na Carro e Dinheiro e autor do livro digital “Como Escolher o Seu Carro Ideal”.

Importante: As opiniões contidas neste texto são do autor do blog e não necessariamente refletem a opinião do InfoMoney.

Deixe seu comentário