Materiais de alto custo na saúde - Uma agenda para o debate

Por Bruno Sobral

Nesse artigo, que é uma adptação de um ensaio publicado pelo portal IG em 2014, proponho uma agenda para ser debatida pela sociedade com ampla participação do Governo Federal. Trata-se das possíveis soluções para um problema que há muito tira recursos dos sistemas de saúde público e privado: os desperdícios no uso de órtese, próteses e materiais especiais (OPME´s).

Leia Mais

Planos de saúde: poupança e sustentabilidade

Por Bruno Sobral

Como financiar o sistema de planos de saúde em um Brasil que, em 2030, terá 15 milhões de idosos a mais? O projeto de uma poupança saúde que está em debate dentro do governo há mais de 4 anos pode ser uma solução. Tornar a poupança saúde uma realidade é um importante desafio da agenda microeconômica do atual governo.

Leia Mais

Planos de saúde: envelhecimento e sustentabilidade

Por Bruno Sobral

Como irá evoluir o sistema de saúde suplementar (planos de saúde) em um cenário de envelhecimento da população e em um sistema mutualista em que os mais jovens acabam subsidiando os mais idosos? Maior liberdade na precificação de risco de planos de saúde é uma saída desejável ou uma ameaça aos clientes de mais idade?

Leia Mais

Perfil do blogueiro

É engenheiro civil com mestrado em economia pela Universidade de Brasília. Trabalhou como chefe da divisão internacional da Secretaria de Acompanhamento Econômico do Ministério da Fazenda. Em 2010, ingressou na Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) e, um ano depois, foi nomeado diretor da ANS, cargo em que permaneceu até 2014. Atualmente é sócio da Salus Serviços de Inteligência. bsobral@salus-int.com