Blog InfoMoney

InfoMoney Recomenda

Blog por João Sandrini Em blogs  04 mai, 2015 14h23

Imóvel é sempre bom negócio? Faça o teste e veja que alugar pode ser melhor

Quem faz os cálculos conclui que comprar um imóvel com os preços atuais só vale a pena em casos muitos específicos

Por João Sandrini Em blogs  04 mai, 2015 14h23

(SÃO PAULO) – Muitos brasileiros acreditam que imóveis são sempre um bom negócio e geralmente argumentam que os preços sempre sobem para justificar essa opinião. Isso até pode ter sido verdade na década passada, mas o Brasil mudou muito nos últimos anos – e para pior. Até que a economia volte a reagir, o mais provável é que os imóveis continuem subir menos que a inflação, conforme escrevi no post da semana passada. Por isso, é preciso fazer as contas para avaliar bem se vale ou não a pena comprar um imóvel. Para facilitar sua vida, eu e o José Raymundo de Faria Jr., colega CFP (certified financial planner) e diretor da Wagner Investimentos, desenvolvemos uma planilha para que mesmo alguém que nunca tenha estudado finanças possa chegar à conclusão correta. O funcionamento da planilha é bem simples. Na primeira parte, você vai dizer como planeja pagar o imóvel – capital próprio, financiamento bancário ou FGTS – que a planilha vai calcular o custo médio da aquisição. Em seguida, você vai dizer se a compra do imóvel é para uso próprio ou para alugá-lo a terceiros que a planilha vai mostrar o retorno total que você terá com a residência.

O passo seguinte será comparar o custo da compra de um imóvel com seu retorno financeiro. Se o custo for maior ou igual, o negócio não é bom, em minha opinião. Mas existem exceções, como: 1) Você vai entrar no programa Minha Casa Minha Vida e terá subsídios para a compra; 2) Você vai pagar a maior parte do imóvel com FGTS; 3) Você investe em aplicações financeiras muito ruins, que rendem menos que um imóvel; 4) Você achou um imóvel tão barato que é impossível perder dinheiro com ele; 5) Comprando o imóvel, você vai morar tão perto do trabalho que poderá vender o carro; e 6) Os imóveis na sua cidade devem subir muito porque lá será instalada uma fábrica enorme de uma montadora, por exemplo. Ressalvadas essas exceções, a regra geral é que vale a pena você deixar seu dinheiro investido em boas aplicações de renda fixa neste momento porque os imóveis devem ter um aumento médio inferior à inflação e, daqui a algum tempo, você poderá comprar uma casa ou um apartamento fazendo bem menos esforço. A lógica é que os juros que você recebe com suas aplicações mais os juros que deixa de pagar ao banco se fizesse uma compra financiada são superiores ao aluguel mais a valorização do imóvel. Duvida? Então baixe a planilha a seguir e comprove:

Leia também nesse blog:

Saiba qual é a aplicação mais rentável entre as de risco baixo

O jeito mais prático de ganhar com a alta do dólar e das Bolsas dos EUA

Qual é a melhor forma de comprar dólar para viajar?

Seu carro facilmente lhe custa R$ 2.500 mensais. Duvida?

Um dos maiores investidores da Bovespa, Luiz Barsi volta a apostar na Cemig

O gráfico que vai fazer você fugir (ou se manter longe) da Bovespa

Levy segue desinflando a bolha dos imóveis; e você acha que o preço vai subir?

Chateau Latour

perfil do autor

InfoMoney Blogs

João Sandrini

É editor-chefe do InfoMoney. Atua como planejador financeiro com CFP® (certified financial planner), analista de ações com CNPI (certificado nacional do profissional de investimento), consultor de valores mobiliários autorizado pela CVM e membro da Comissão de Educação ao Investidor da Anbima. Possui 17 anos de experiência em mercado financeiro como jornalista, professor e assessor na montagem de carteiras de investimento. Graduou-se em Jornalismo pela ECA-USP e concluiu dois MBAs em Finanças pela FIA.

Quer dicas exclusivas?

Preencha os campos abaixo e receba dicas e conteúdos exclusivos do blog InfoMoney Recomenda

Contato