Como ensinar o valor do dinheiro aos seus filhos

A educação financeira para crianças é fundamental - é uma forma de passar valores corretos na hora de lidar com o dinheiro e ainda prepará-las para o futuro. Confira algumas dicas para ensiná-los sobre o valor do dinheiro.
Blog por Carolina Ruhman Sandler  

Esse é um aprendizado para toda a vida - que adulto que você conhece que não gostaria de ter aprendido o valor do dinheiro logo cedo, para evitar algumas besteiras que inevitavelmente acabamos fazendo? Ensinar aos seus filhos como lidar com dinheiro é um dos maiores presentes que você pode dar a eles.

 

Portanto, a educação financeira para crianças é fundamental – é uma forma de passar valores corretos na hora de lidar com o dinheiro e ainda prepará-las para o futuro. Estudos mostram que crianças que aprendem a lidar com dinheiro desde cedo têm melhor desempenho escolar e costumam a não entrar em frias como drogas ou sexo inseguro – por terem aprendido o valor das escolhas

 

Então confira algumas dicas para usar com os seus filhos:

 

Dinheiro é assunto de adulto, ensina a educadora financeira Cássia D’Aquino. Para ela, a educação financeira para crianças deve estar baseada em quatro premissas: ensiná-las a valorizar os seus talentos para aprenderem a ganhar dinheiro, a fazer escolhas e a gastar bem, a adiar os prazeres e aprender a poupar e, finalmente, passar a mensagem que dinheiro não é a coisa mais importante do mundo.

  

Estabeleça limites. Criança adora pedir. Brinquedos, de preferência! Mas quem já levou os filhos no supermercado sabe bem do que estamos falando. Ao invés de ceder sempre ou então correr o risco de ser a “chata” por dizer não, aproveite a oportunidade para ensiná-los sobre o valor do dinheiro. Todo mundo tem seus desejos, mas como adultos aprendemos a priorizar e saber escolher. No entanto, você precisa ver se anda sabendo colocar limites nas vontades dos seus filhos. Não dar é muito mais difícil do que dar, mas é só assim que você consegue passar uma mensagem aos seus filhos de que não dá para ter tudo sempre.

  

Crie uma poupança. Além de começar a guardar um dinheiro para o futuro deles, é uma das melhores formas de ensiná-los a poupar. Pode virar um programa: conte a eles que você vai dar um dinheiro para cada um, mas que vai guardar esse dinheiro no banco para ele poder sempre render um pouquinho e crescer. Você pode levá-los ao banco para mostrar como funciona e criar uma caderneta de poupança para cada um deles. Quando receber os extratos, mostre a eles, ensinando que o dinheiro que fica no banco sempre rende e cada vez vale mais.

  

Vale a pena dar uma mesada? A resposta vai depender de cada situação. Ao criar uma mesada, você estabelece um limite de gastos a eles e os ensina a poupar para juntar o suficiente para comprar aquela fita nova de videogame, por exemplo. É a melhor forma de ensinar a diferença entre querer algo e precisar daquilo, pois com uma mesada estabelecida, as crianças precisam aprender a priorizar os seus gastos e escolher o que importa. As crianças começam a perceber que não dá para comprar sempre tudo o que elas querem e ainda começam a dar outro valor a cada conquista! Para crianças a partir de 6 anos, é melhor dar uma semanada e ensiná-los a lidar com o tempo e a espera. Se os seus filhos já tem mais de 11 anos, eles provavelmente já estão prontos para ter uma mesada. Converse com eles!

  

Converse muito e ensine os conceitos. Para ensinar os seus filhos a tratar de dinheiro, você não pode tratar o tema como um tabu. Você pode ter conversas com eles sobre dinheiro, explicando conceitos como pagamento, troco, dívida, orçamento… Traga isso para o universo deles e deixe-os participar, na medida correta, das discussões de dinheiro da família. Uma forma pode ser uma viagem: inclua-os no planejamento e debata o que faz parte do orçamento familiar e o que não faz. Outra ideia é trazer livros sobre o tema ou então jogar uma partida de Banco Imobiliário com eles. É uma forma ótima de aprender brincando!

 

Tenha paciência e seja um exemplo. Lembre-se que demora para aprender a lidar com dinheiro. Afinal, quantos anos você precisou para saber equilibrar todos os gastos e entender a diferença entre querer e precisar? Pois bem, os seus filhos estão agora neste mesmo caminho. Traga o assunto para o dia-a-dia deles, sem exageros, e seja um exemplo. Ninguém aprende a poupar se a sua família vive gastando mais do que pode. Ser racional no uso do dinheiro pode ser um dos melhores presentes que você pode dar aos seus filhos!

 

E você, tem alguma dica de como ajudou os seus filhos a lidar com dinheiro? Conte nos comentários!

Importante: As opiniões contidas neste texto são do autor do blog e não necessariamente refletem a opinião do InfoMoney.

Deixe seu comentário

Perfil da blogueira

Carolina Ruhman Sandler é fundadora do Finanças Femininas (www.financasfemininas.com.br), o primeiro site de finanças para mulheres do Brasil.